SHIMA: HQS CLÁSSICAS DE UM SAMURAI DOS QUADRINHOS

CapaA editora Marca de Fantasia anunciou o terceiro volume da sua série Biografix. Trata-se de Shima: HQs Clássicas de um Samurai dos Quadrinhos, reunindo oito histórias produzidas por Julio Shimamoto que estavam fora de impressão há décadas, e a edição vem com uma capa inédita, feita especialmente para a coletânea. As oito histórias foram produzidas entre 1959 e 1961, época em que o jovem Julio Shimamoto tornava-se um nome conhecido entre os leitores da “época de ouro” dos quadrinhos de terror. Ao longo das mais de sessenta páginas da edição, o desenho varia de uma fase de domínio da técnica até a expressão plena de um estilo pessoal.

Shima: HQs Clássicas de um Samurai dos Quadrinhos tem 68 páginas, 14 x 20 cm e custa R$ 11,00. Para adquirir, mande um e-mail para contato@marcadefantasia.com.br

FALANDO SOBRE O MESTRE

Júlio Shimamoto é descendente de uma família de samurais, nasceu em Borborema (interior de São Paulo) e em 1972 mudou-se para o Rio de Janeiro, onde reside até hoje. É considerado um dos grandes mestres dos quadrinhos.

Estreou como desenhista de quadrinhos em 1959, na Editora Continental/Outubro. Entre 1961 e 1964, foi um dos líderes do movimento pela lei de nacionalização dos quadrinhos. Um de seus trabalhos mais conhecidos é a tira O Gaúcho, que publicou no jornal Folha de S. Paulo entre 1964 e 1965. Durante duas décadas, trabalhou em grandes agências internacionais – Günther Bläser, McCanEricson, Thompson, Denison, Salles, Alcântara Machado e Lintas.

Voltou aos quadrinhos em 1978 e, a partir de então, colaborou em diversas editoras. Entre elas, Vecchi, Rio Gráfica e Editora, Grafipar, Press, Opera Graphica, Devir, Marca de Fantasia, entre outras. Seu traço expressionista e original – capaz de revelar a alma num simples olhar – faz dele um mestre cultuado pela nova geração de leitores e desenhistas.

Seus quadrinhos foram publicados em várias revistas como, Calafrio, Mestres do Terror, Medo, Metal Pesado, Fêmea Feroz, HQ – Revista do Quadrinho Brasileiro, além lançar álbuns como Sombras, Madame Satã, Musashi 1 e 2, Volúpia, Claustrofobia, entre outros.

Chegando a cinco décadas dedicadas aos quadrinhos, ele já desenhou quase de tudo, incluindo HQs de super-heróis, biográficas, eróticas, aventuras históricas e, é claro, do gênero que deu início à sua carreira e com o qual ele se tornou mais conhecido: o terror. Variando de trabalhos mais comerciais a obras mais autorais, Julio Shimamoto tem como constante em sua carreira uma inquieta busca por mudança, por algo novo. Desta forma ele seguiu, especialmente nos anos mais recentes, experimentando diversas técnicas, materiais e suportes. Assim, os tradicionais nanquins, papel e lápis passaram a dividir espaço em sua prancheta com elementos menos comuns para os quadrinhos, como tinta de parede, azulejos e balões de festa.  

Ficam aqui os meus parabéns ao amigo Henrique Magalhães, dono da Marca de Fantasia, e os meus agradecimentos ao grande amigo e mestre Shimamoto por nos presentear com mais uma obra fantástica.
Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: